Feb 4 • 2M

Os caminhos de José

#80 E se eu gritasse, gemesse, dormisse ou morresse?

Vitor Bertini
Comment
Share
 
1.0×
0:00
-1:49
Open in playerListen on);
Textos de ficção do autor Vitor Bertini
Episode details
Comments

iCloud, 3 de fevereiro de 2022.

Olá.

Em 1987, a escola de samba Mangueira homenageou o poeta Carlos Drummond de Andrade com o enredo "O Reino das Palavras", sagrando-se campeã.

Entre poesias, homenagens, beijos e queijos, boa leitura e bom fim de semana.


OS CAMINHOS DE JOSÉ

José conhecia seus caminhos - pisos, personagens, pedras e paisagens.

Um dia, bem cedo, manhãzinha mesmo, com as chaves no bolso e as sandálias de sempre, José viu - ninguém contou, encostadas na parede nua, duas palavras vadias. Viu, calou e passou.

Na volta, à tardinha, não tardou a parede a aparecer. Mais palavras. Sem fumar, sem beber, sem transporte coletivo, sem creme de barbear e já quase sem ver, José foi para casa. Foi pensar.

E se eu gritasse, gemesse, dormisse ou morresse?

Noutro dia, mais cedo, chaves ainda na mão, se corresse não ia adiantar, a parede não ia andar, sem cavalo preto para galopar, o passo apressou, o coração apertou, a coragem fugiu e a cabeça mentiu. José desviou.

Na volta, enganou o medo e caminhou devagar. 

Parou na parede e as palavras só faziam aumentar. Leu, e não precisou pensar. Deu dois passos atrás, leu de novo e começou a chorar.

Agora, José já sabia: no meio do caminho tinha um verso, tinha um verso no meio do caminho.

Vitor Bertini


Share


  • A História da Sexta é uma página de ficção. O que não é ficção são as consequências na sua vida;

  • A História da Sexta deixará, em breve, de ser um hebdomadário1;

  • Mensagem na garrafa: você que chegou até aqui por curiosidade, gosto ou preguiça, ajude o autor clicando em qualquer botão vermelho perdido por aí.


TAKE A PEEK

E agora, José?
A festa acabou,
a luz apagou,
o povo sumiu,
a noite esfriou,
e agora, José?
e agora, você?
você que é sem nome,
que zomba dos outros,
você que faz versos,
que ama, protesta?
e agora, José?

E agora, José, Carlos Drummond de Andrade

Nunca me esquecerei desse acontecimento
na vida de minhas retinas tão fatigadas.
Nunca me esquecerei que no meio do caminho
tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
no meio do caminho tinha uma pedra.

No meio do caminho, Carlos Drummond de Andrade

Botão do acaso

.

1

adjetivo
relativo a semana, que se renova a cada semana; semanal.