Palco

#37 Júlia pula, corre e rodopia.

Olá.

Hoje é sexta-feira e, como em todos os outros dias, se você girar sobre seu próprio corpo, a velocidade aumenta se você fechar os braços.

Entre uma frase, uma página, um gole e um bj, boa leitura e bom fim de semana.


PALCO

Júlia pula, corre e rodopia.

– Esta menina não se entrega.
– Filha, agora para.

Júlia ouve e não sossega. 

– Mãe? Não enxerga.
– Minha filha, hora da cama!

Júlia acorda, sorri, pula, corre e rodopia.

– Mostra os desenhos, vai que acalma.
– Filha, olha que lindos!

Júlia olha, diz que sim - e não para.

– Na escola vai acalmar-se.
– Tomara!

Do uniforme, Júlia adora a saia.

– Moleca, dá um abraço, vem.

Júlia abre os braços, corre e se deixa abraçar. Elevada por mãos fortes, na entrada da sala de aula, sente a vida rodar.

– Você vai gostar.

Crianças. Crianças:

– Quem é a Juju-Corre-e-Gira? Quem seria? Quem seria?

Júlia não senta. Não consegue acompanhar.

– Chamaram no colégio, querem falar.

O Conselho de Classe foi unânime:

– Procure ajuda.
– Vou procurar. Talvez eu não quisesse enxergar.

Fim da consulta. Na sala de espera, Júlia sorri e foge da rima. 

– O que ela tem doutor? O que não enxerguei na minha menina?
– Nada grave. Ela é bailarina.

Vitor Bertini


Lembrou de alguém?

Share

Gostaria de receber também?


  • A história de hoje é uma ficção inspirada na vida da bailarina e coreógrafa inglesa (Cats e Fantasma da Ópera), Gillian Lynne;

  • As ilustrações desta página são todas de domínio público e disponíveis na web;

  • Filha do Millor, a frase “livre pensar é só pensar”, começa a ganhar linhas no meu canto no Twitter: @vitorbertini - you are welcome;

  • Sexta-feira, dia 16, tem mais.


Esta página tem o apoio cultural de:

LOW BBQ - 11.3042.0001 - Uma casa de carnes defumadas em Pinheiros - SP, com uma atmosfera bacana, preços honestos e sabores inesquecíveis.